quarta-feira, 3 de junho de 2009

ATÉ QUANDO ?

Srs.

Em primeiro lugar vamos assistir esse vídeo, devo alertar-los que são cenas muito fortes e aconselho as pessoas que não se sentirem preparadas, que leiam somente meu texto, pois irão entender os motivos dessa minha atitude.


video



Me desculpem se uso desse artifício para chamar a atenção dos Srs. porem, tenho que utilizar a mesma arma que alguns usam para denegrirem a imagem desses profissionais e retirarem deles, toda a Dignidade e o Respeito que merecem e principalmente a credibilidade que necessitam para suas funções, essa arma é o “sensacionalismo .

Sei que alguns dos Srs. não concordam com as coisas que penso ou da forma que me expresso, porem, para esses Srs. peço que me perdoem por não conseguir ser hipócrita, demagogo e muito menos omisso. É bom deixarmos explicito, que não tenho nenhuma pretensão a cargos eletivos, pois sabemos, que quando nos aproximamos de um ano eleitoral, surgem inúmeros defensores e promessas milagrosas, as quais nos deixamos ser envolvidos, devido as nossas grandes carências e ainda, por acreditarmos no ser humano, mesmo presenciando tantas atrocidades em nosso dia a dia.

Não sou Sociólogo, Antropólogo e muito menos “Poliçologo” , iguais a alguns que surgem do nada e de nada entendem o que é ser realmente um Policial Militar, porem, de uma forma estranha, eles conseguem um espaços na poderosa mídia, em que as suas opiniões e soluções fantásticas contribuem com a manipulação dos menos esclarecidos, apontando erros e culpados, os quais desviam e ocultam da grande verdade .


Eu não entrei para a Policia para ser humilhado, rotulado, caçado e discriminado por ninguém e muito menos para fazer a minha família sofrer, entrei por ter esse dom e me orgulho de ser o que sou, um profissional no que faço e exijo respeito assim como respeito a todos, sou um ser humano, movido pelas emoções oriundas das pressões sobre mim exercidas, as quais, em sua grande maioria, não são mensuradas e que em momentos de fraqueza, prefiro deixar transbordar meus sentimentos ao invés de guardá-los e ficar sofrendo, me lamentando pelos cantos ou então calado.

Acho graça quando alguém questiona a idoneidade de um Policial quando ele ostenta algo que não é compatível com seu salário de policial, se formos ver por esse lado, nem a carne nos pratos da sua família não seria compatível, o questionamento é sempre feito com maldade pela grande maioria, pois eles esquecem ou não querem ver a capacidade e a desenvoltura de cada um deles, vale ressaltarmos que a insegurança gera mais ganhos do que a própria segurança e também que, alem de serem Policiais Militares, são Médicos, Enfermeiros, Professores, Doutos em Direito, Mecânicos, Faxineiros, Telefonistas, Motoristas e tantas outras profissões que são ostentadas por eles e que são vistas com mais dignidade e respeito pela maioria dessa Sociedade injusta e preconceituosa.

A ilicitude, quando comprovada e na forma da Lei, deve ser expurgada do nosso meio sem haver qualquer tipo de distinção, porem, sem nos vangloriarmos por termos tirado de nossas fileiras elementos que denigram a nossa imagem e sim, nos envergonharmos por ter-los deixado entrar.

Essa semana que passou, fui ao enterro de mais um Companheiro,talvez tenha sido a “gota d’água” para esse desabafo, era um ótimo amigo e um excelente profissional, ele foi executado por marginais pelo simples fato de ser Policial, deixou esposa e uma filha de dois anos. Nessa mesma semana uma viúva de um outro Policial Militar me narrou a seguinte historia:

“- Sargento, é duro para mim passar todos os dias, quando retorno do trabalho pelo homem que matou meu marido, ele é vendedor de pipoca no terminal de ônibus onde eu pego, ele foi beneficiado por essas malditas Leis, que tratam os bandidos como vitimas e vocês como marginais, eu fiquei sem meu marido e minha filha sem seu pai, eu nunca vou esquecer aquele momento e nem o rosto dele, que Leis são essa Sargento ?”

A certeza da impunidade e a inversão de valores se tornam constante em nossa sociedade, que a cada dia vira refém do seu próprio descaso, que sejam então criadas Leis as quais impeçam qualquer beneficio de pena, seja ele qual for, para aquele que atentarem contra a integridade física do Policial ou de seus familiares em conseqüência da sua profissão, como forma de coibir tais barbarias e tentarmos reverter essa critica situação que nos encontramos, afinal somos Seres Humanos e não "debeis Mentais" ou peças descartáveis desse jogo sujo chamado “Poder”.

Se ainda ha motivo, comemorem, se não, pergunte "por que ?" e "o que pode fazer ?", lembrando sempre, que amanha poderá ser você aquele que esta deitado no chão .

Desculpe-me e Obrigado

Ricardo Garcia
Cidadão brasileiro

8 comentários:

  1. Que bom que o senhor voltou a postar!!!!

    O que fazer?

    Sinceramente, deixar essa sociedade hipócrita entregue as moscas por pelo menos uma semana...

    ResponderExcluir
  2. qdo foi isso e aonde meu amigo???que cena e' essa?

    ResponderExcluir
  3. Prezado Sargento Garcia,
    por intermédio do link dado pelo Cel Paúl, é com tristeza que leio suas palavras.Tenho esperança em dias mais justos.
    Desejo que o coração dos amigos e familiares deste jovem guerreiro, tenha serenidade para viver este triste momento e força para encarar o amanhã.

    Abraço
    Gabriela Gonçalves

    ResponderExcluir
  4. Caro amigo Ricardo
    Você é um cara de coragem e um bravo soldado na luta por dignidade que deve ser de todos nós, independentemente do grau hierárquico e das posições ideológicas que ostentemos.
    E deve ser de todos, mesmo daqueles que não integram as fileiras da Corporação, pois certamente haverá ocasiões em que precisarão dos serviços de seus sofridos homens e mulheres, mesmo sem que se dêem conta disso.
    Os governantes, por mais insensíveis que sejam, passam, mas nós ficamos.
    Tenha certeza de que sua voz faz diferença.

    ResponderExcluir
  5. Sinceramente, o que fazer... ao inves de o governo se preocupar com banalidades, deveriam se preocupar em como dar aos policiais salários justo ao risco que eles correm todos os dias para proteger uma sociedade incapaz de avaliar que eles ganham muito pouco para arriscar suas vidas por nós, e que por causa disso, alguns acabam se tornando corruptos e denegrindo a imagen da policia, mas o que fazer... se ninguem faz um elogio, um incentivo que seja, vão as ruas para lutar pelos direitos dos gays, MAS NUNCA FORAM AS RUAS PARA PEDIR UM AUMENTO DE SALARIO PARA OS POLICIAIS...que pena..não temos a real consciência que precisamos desses homens...logo..não fazemos nada por eles..só criticas..que pena..sociedade hipocrita esssa.

    ResponderExcluir
  6. Ricardo,
    Estamos juntos nessa luta amigo, infelizmente a realidade é cruel, mas com muita fé seremos abençoados.

    Abraços e fique na paz!

    ResponderExcluir
  7. É MEU AMIGO, TEMOS MUITO O QUE FAZER, E ASSIM FAREMOS, MESMO CONTRA A VONTADE DOS QUE TENTAM CALAR NOSSO GRITO POR SOCORRO!VOCE É UM AMIGO POLICIAL, E UM P POLICIAL AMIGO AMIGO. SABEMOS O QUANTO VOCE FAZ, E QUAL A DIFERENÇA DE COMO VOCE FAZ!TENHO CERTEZA QUE AO PASSAR SEU TEMPO NA PMERJ, MUITO AINDA SERA O SEU FEITO PELA VIDA, E POR NÓS OS CIDADÃOS DE BEM.PRECISAMOS DA TUA CORAGEM, DO TEU APOIO, DO SEUS PRESTIMOS, E SABEMOS QUE SEMPRE PODEREMOS CONTAR COM VOCE. BOM TE-LO DE VOLTA!!!!!
    BOA SORTE, E MUITA FORÇA DO BEM PARA TI MEU AMIGO .
    BEIJO MÁRCIA MACHADO

    ResponderExcluir
  8. A um bom tempo que navego pela net em busca de blogs ou sites sobre segurança pública.Mas gostaria de parabenizar ao dono desse blog,pois,suas palavras transmitem com grande transparência toda a realidade sobre o pensamento de muitos sobre os Guerreiros(policiais).E muito das vezes querem atribuir a culpa da falida segurança pública aos bravos guerreiros,que sem estrutura alguma ainda defende sua diguinidade policial,onde o mesmo jurou manter a paz,a ordem e a segurança.

    Jr.Barriga
    Feira de Santana - Ba.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentario e obrigado por participar